Não visualiza as figuras? clique para baixar o shockwave player
s

Capítulo 09 - Estruturas Longe das Condições de Equilíbrio

Tópico 9.7.O Sistema Ferro-Carbono (II): O Carbeto de Ferro (Cementita, Fe3C)

O carbeto ou carboneto de ferro, , na temperatura ambiente é estável e não se decompõe. Mas, se aquecido em altas temperaturas por períodos muito longos de tempo, é uma fase metaestável ; neste caso a cementita pode decompor-se em ferrita e em grafita, a forma de equilíbrio do carbono. Conseqüentemente, o diagrama de fase é um diagrama longe do equilíbrio e metastável, pois a cementita não é um composto em condições de equilíbrio. Contudo, como a taxa de Amoxil online usa decomposição da cementita é extremamente lenta, potencialmente todo o carbono estará na forma de , e não de grafita.
Na ferrita (CCC) somente pequenas concentrações de carbono são solúveis e a solubilidade máxima é de 0,02%p na temperatura de 727°C. Os interstícios de uma estrutura CCC( Veja capítulo 3, Figura 3.m mostrando interstícios tetraédicos) da ferrita são pequenos para acomodar com facilidade o pequeno átomo de carbono (0,071nm).
A cementita se forma quando o limite de solubilidade para o carbono na ferrita é excedido a temperaturas abaixo de 727°C (para composições dentro da região das fases).
Se nenhum outro elemento de liga for adicionado, a austenita não é estável a temperaturas inferiores a 727°C. A estrutura CFC ( Veja capítulo 3, Figura 3.m mostrando interstícios octaédricos) da austenita possui posições intersticiais maiores que os da ferrita e a solubilidade máxima do carbono na austenita é de 2,11%p na temperatura de 1147°C, valor quase 100 vezes maior que o máximo valor para a ferrita.
A cementita também coexistirá com a fase entre as temperaturas 727°C e 1147°C. A Figura 9.g mostra um gráfico de solubilidade do carbono na ferrita (ferro ) e austenita (ferro ), para temperaturas até 1147°C.
A nomenclatura para a cementita não significa que o carbeto de Avodart online usa ferro forme moléculas, mas, simplesmente, que o reticulado cristalino contém átomos de ferro (Fe) e de carbono (C) numa proporção de 3 átomos de Fe para 1 de C. O possui célula unitária ortorrômbica (veja Capítulo 3, Figura 3.a.2), com 12 átomos de ferro e 4 átomos de carbono por célula unitária.

Figura 9.g - Gráfico de solubilidade do carbono na ferrita (ferro ) e austenita (ferro ), para temperaturas até 1147°C.
Figuras complementares:

Fig.2.c.1. CFC em torno de um átomo central - (shockwave)

Figura 2.c.1 - CFC em torno de um átomo central

Fig.2.c.2. CFC formando um cubo com faces centradas - (shockwave)

Figura 2.c.2 - CFC formando um cubo com faces centradas

Fig.2.d. CCC cúbico de centro centrado - (shockwave)

Figura 2.d - CCC cúbico de centro centrado

Fig.2.e. HC Hexagonal Compacto(HC) - (shockwave)

Figura 2.e - HC - Arranjo Hexagonal Compacto(HC)

Fig.2.f. CFC - (shockwave)

Figura 2.f - CFC Cúbico de Face Centrada

Fig.3.a.2. Redes de Bravais II (7 tipos) - (shockwave)

Fig.3.a.2- Redes de Bravais II(7 tipos).Clique na figura para visualizar

Fig.3.c. Estruturas cristalinas HC, CFC, CCC - (shockwave)

Fig. 3.c- Estrut. cristalinas HC, CFC, CCC. Mova a figura para visualizar

Fig.3.m Planos compactos - (shockwave)

Figura 3.m- Posições intersticiais tetraédricas e octaédricas